Alimentos que contribuem para a boa saúde

A boa saúde depende da correta manutenção do nosso sistema imunológico. Quando não está em equilíbrio, o corpo dá sinais como problemas de pele, gripes e resfriados constantes, cansaço excessivo, apatia, falta de coragem para realizar tarefas do dia a dia e vontade de ficar na cama.

Você não precisa esperar o primeiro sinal para fortalecer a sua imunidade. Até porque é muito mais fácil prevenir do que remediar. Para ter uma ótima saúde, é recomendado incluir certos alimentos à nossa rotina. Vamos citar alguns:

1. Coco: Tem mais ácido láurico que o leite materno. Se o leite materno, que é rico em ácido láurico, é um superalimento para os bebês, então o coco é um superalimento para todos. Beba bastante água de coco e consuma o leite e o óleo de coco. Só preste atenção porque o leite e a água de coco devem ser frescos, e não industrializados, e o óleo de coco deve ser o extravirgem e prensado a frio. O leite de coco é ótimo até para acompanhar aquele cafezinho.

2. Cipó-suma (Anchietea salutaris): O cipó-suma, além de ser excelente para a imunidade, é um dos melhores depurativos do sangue. Diurético e calmante, é indicado no tratamento de afecções cutâneas, acne, asma, bronquite, conjuntivite, coqueluche, diabete, doenças venéreas, espasmo, faringite, furunculose, herpes, inflamações, irritação das mucosas, problemas respiratórios, problemas de pele e de garganta, psoríase, reumatismo, tosse e traqueobronquite.  O tratamento com chá de cipó-suma é lento, mas eficaz. Em geral deve-se tomar um litro de chá por dia no período de vinte dias. Basta colocar duas colheres de sopa da erva em um litro de água e deixar ferver por cerca de cinco minutos. Esperar amornar e beber durante o dia. Pode-se também usar o chá diretamente na pele para tratar feridas, manchas, dermatoses e sarna. O chá também atua nas mucosas e é muito eficaz contra coriza, raquitismo e fistula. Pode-se também usar o pó do cipó-suma diluído em água, sendo oito gramas para um copo de água fervente. O cipó-suma não tem contraindicações, podendo ser usado inclusive por crianças.

3. Lugol: É um suplemento de iodo inorgânico a 5% que pode ser encomendado em farmácias de manipulação ou comprado na internet. O iodo auxilia a função imunológica, destrói patógenos, bolores, fungos, parasitas e malária, reduz o muco e ajuda a desintoxicar o organismo, eliminando halogênios tóxicos do corpo. Usado topicamente, ajuda a restaurar o crescimento capilar. A dosagem recomendada são duas gotas ao dia em meio copo de água. Em crianças ou em adultos, pode ser aplicado na pele em vez de ingerido. O protocolo da pele consiste em espalhar com uma escova de dentes velha algumas gotas de lugol em uma área da pele, geralmente a coxa, a cada vinte e quatro horas, e anotar quanto tempo passa até que a tintura de iodo desapareça da pele. Quanto mais rápido ela desaparecer, é sinal de que o organismo tem carência de iodo. Deve-se continuar a aplicação até que o iodo fique na pele por vinte e quatro horas. Este é o sinal de que o corpo está nutrido de iodo. É também o sinal de que devemos pausar a aplicação por um mês e retomar novamente, mas parando de novo assim que a pele atingir o tempo de vinte e quatro horas com o iodo. Pode tomar banho sem esfregar a área que o lugol não sai. Depois que passei a administrar o lugol no meu filho quando ele tinha 3 anos, ele parou de ter coriza, que era constante porque morávamos em uma cidade serrana. Eu aplicava na barriguinha dele. É importante mudar sempre o local da aplicação, pois o uso constante do lugol na pele pode levar à descamação.

4. Inhame: O inhame é um poderosíssimo depurativo, mas para a imunidade deve ser usado preferencialmente cru em forma de suco. Para fazer o suco de inhame, basta liquidificar um inhame-paulista (o paulista é mais concentrado, por isso é mais medicinal) com um copo de suco fresco de laranja, coar e beber. Pode acrescentar gengibre, folhas de hortelã e um pouco de mel (caso seja diabético, não utilize o mel). Essa bebida pode ser tomada diariamente ou três vezes por semana.

5. Gengibre: Rico em antioxidantes e com propriedades antissépticas, antibacterianas e anti-inflamatórias, o gengibre fortalece o sistema imunológico e combate congestão nasal, gripes, resfriados, febre e vírus em geral, além de aliviar a dor de garganta. Pode ser consumido como chá e no preparo de diversos pratos, preferencialmente cru.

6. Alho:  O alho contém substâncias que protegem o corpo contra vírus, bactérias e fungos causadores de problemas de saúde. A melhor maneira de aproveitar os benefícios do alho é usá-lo cru para temperar saladas. A água de alho também é excelente. Para prepará-la, basta deixar um dente de alho amassado da noite para o dia em um copo de água e beber o líquido no dia seguinte em jejum, descartando o alho.

7. Cebola: Assim como o alho, a cebola ajuda o organismo a combater fungos, vírus e bactérias, fortalecendo o sistema imunológico. É importante usá-la preferencialmente crua.

8. Pimenta-do-reino: A pimenta-do-reino é antibacteriana, além de ter diversas propriedades medicinais. Pode ser usada em chá combinada com alho e limão, ou para temperar os alimentos crus e cozidos. Com ela podemos fazer um chá delicioso contra gripe e estimulador do sistema imune: basta ferver um copo de água, apagar o fogo e adicionar um dente de alho amassado e pimenta-do-reino moída. Quando amornar, espremer um limão e beber. É excelente nos dias frios, pois a pimenta aquece.

9. Pimenta-caiena: Também conhecida como pimenta-vermelha, a pimenta-caiena é a mais medicinal das pimentas. Estimula a digestão, melhora a circulação sanguínea, aumenta o metabolismo e ajuda no processo de purificação e eliminação de toxinas. Pode ser usada crua sobre os alimentos, em pó, ficando deliciosa em saladas e sopas. Uma ótima receita com pimenta-caiena se faz misturando o suco de um limão com meio copo de água morna e uma colher de chá rasa de pimenta-caiena. Essa receita pode ser tomada pela manhã em jejum por um mês ou mais, sendo indicada para gripes e resfriados e sobretudo no caso de câncer de estômago.

10. Vitamina C: A vitamina C é sem dúvida crucial na manutenção de um bom sistema imunológico. Entretanto, é melhor ir buscá-la nos alimentos frescos, como as frutas cítricas.

11. Açafrão ou cúrcuma: Poderoso antioxidante que pode ser usado no preparo de diversos alimentos. Deve-se consumi-lo preferencialmente cru ou adicioná-lo no fim do preparo dos alimentos.

12. Vitamina E: É outro importante antioxidante. Pode ser encontrada no óleo de cártamo, no azeite de oliva extravirgem, nas sementes e oleaginosas, nos cereais integrais, no abacate, nos vegetais de folhas verdes, no tomate, nas frutas vermelhas e no aspargo.

13. Óleo de copaíba: O óleo de copaíba é um poderoso anti-inflamatório e antibiótico natural, sendo indicado para dores musculares, ativação da circulação, desintoxicação do organismo, problemas de pele e dos cabelos. É também antisséptico, expectorante e laxante. Pode ser usado interna e externamente. Basta seguir a recomendação da embalagem, pois nem todo óleo de copaíba pode ser usado internamente. Para aliviar sinusite e acabar com coriza e sangramento no nariz, basta umedecer a ponta de uma haste flexível de algodão e passar dentro das narinas. Eu faço isso com meu filho de 3 anos e dá muito certo.  Para tratamento de pele e cabelos, basta massagear o óleo de copaíba no local afetado ou no couro cabeludo, no caso dos cabelos. 

14. Ácido alfa-lipoico: É um ácido graxo de cadeia curta produzido pelo organismo (sintetizado no fígado) que atua dentro das células, mais precisamente nas mitocôndrias, sendo um dos mais potentes antioxidantes do nosso corpo, responsável por uma série de ações intracelulares. É solúvel tanto em água quanto em gordura, diferentemente de outras substâncias antioxidantes.

15. Extrato de própolis: Estudos mostram que o extrato de própolis combate bactérias responsáveis por doenças nas vias respiratórias, bem como vírus e fungos. Também evita infecções e alivia dores de garganta e tosse, bem como trata problemas na gengiva e aftas, assim como previne placa bacteriana e mau hálito.

Além desses listados, existem inúmeros alimentos que ajudam a melhorar o sistema imunológico. Entretanto, de nada vai adiantar consumir esses e outros alimentos se não tratarmos a nossa mente. Quando estamos focados na doença, a tendência é que não melhoremos. Precisamos dar foco à saúde e cultivar bons pensamentos. Isso significa que devemos nos imaginar saudáveis e fazendo tudo o que gostamos, com energia física para caminhar, ir à praia e correr pelos parques. Aliás, a praia é essencial na manutenção da saúde, pois o iodo presente no mar e no ar que ali circula nutre o nosso organismo.

O segredo da boa saúde é, portanto, ingerir bons alimentos e manter a mente serena, parando de se preocupar com o passado e com o futuro. Viver o hoje, porque o que existe de fato é o momento presente, deixando os problemas do amanhã no lugar deles: o futuro.

Quer viver plenamente? Então aproveite o dia de hoje. Viva a vida da melhor forma, agradeça por tudo o que tem, inclusive pela sua saúde. Quando somos gratos, a vida se torna mais leve e prazerosa.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Por que não é aconselhável fazer mamografia preventiva

Você sabia que existem diversos especialistas que são contrários ao uso da mamografia como exame preventivo? Sim, existem. E sabe por quê? Porque a mamografia serve para detecção do câncer de mama, e não para prevenção. Ou seja, o exame só deveria ser feito em caso de suspeita de câncer de mama.

Além disso, a exposição excessiva a radiações ionizantes, usadas na mamografia, contribui para o desenvolvimento de câncer de mama.

Não bastasse isso, a compressão da mama durante a mamografia, caso a mulher já tenha um tumor maligno, pode aumentar o risco de disseminação do câncer.

Em outras palavras, segundo esses especialistas, a mamografia prejudica mais do que ajuda. Por isso não tem sentido fazer o exame quando não há suspeita de câncer de mama. Sem falar que já existem técnicas de imagem que não utilizam essas radiações, como a ressonância magnética.

Ao contrário do que a mídia divulga, a mamografia não salva vidas. Ela pode inclusive fazer mais mal do que bem, gerando resultados falso-positivos, que terminam levando a tratamentos muito agressivos com radiações que são indutoras de câncer.

Portanto, se seu ginecologista lhe pedir uma mamografia somente como forma preventiva, converse com ele e sugira que solicite um exame não invasivo como a ultrassonografia. A mamografia só deveria ser feita em caso de suspeita de câncer de mama.

Dez motivos para você não fazer mamografia

Em virtude dos perigos da mamografia e de sua incapacidade de reduzir a mortalidade pelo câncer de mama, com base em dados científicos disponíveis em várias fontes, inclusive no site do INC-USA (Instituto Nacional do Câncer dos EUA), a doutora Lucy Kerr apresenta dez motivos para as mulheres não fazerem mamografia anualmente:

1. A exposição anual à radiação propicia o surgimento do câncer mamário.

2. A compressão demasiada do tecido mamário durante o exame contribui para que o câncer se espalhe pelo restante do corpo caso esteja presente na ocasião do exame.  

3. Existem atrasos no diagnóstico do câncer que está presente, mas não é detectado pela mamografia, o que é denominado de falso-negativo. 

4. As chances de cura se reduzem quando há atraso no diagnóstico e tratamento do câncer de mama devido a uma mamografia falso-negativa (piora o prognóstico).

5. Um terço de todos os casos de câncer de mama surge no intervalo entre as mamografias.

6. Não ter, mas ser diagnosticada como tendo câncer, o que é denominado de falso-positivo. 

7. Diagnóstico é exagerado e o tratamento excessivo, um problema grave e comumente ignorado pelas mulheres.

8. Baixo controle de qualidade.

9. A mamografia não reduz a mortalidade por câncer de mama, deixando de realizar justamente o propósito pelo qual ela foi introduzida no diagnóstico médico.

10. É um exame superado por outros mais modernos e eficientes, particularmente a ULTRASSONOGRAFIA de alta resolução com Doppler colorido, a ELASTOGRAFIA (três métodos em um único procedimento) e a RESSONÂNCIA MAGNÉTICA.

Leia mais a respeito em:

Os riscos da mamografia, doutor Lair Ribeiro

10 razões para você não fazer mamografia

Mamografia, um perigo?

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Afinal, o que é mesmo essa tão falada “iluminação”?

Se você chegou até aqui, é sinal de que busca ser uma pessoa melhor a cada dia. Mas ser uma pessoa melhor não é sinônimo de iluminar-se.

Normalmente nós pensamos que a iluminação é algo impossível e inacessível às pessoas comuns, mas isso não condiz com a realidade. Os indivíduos que conseguiram se iluminar foram um dia pessoas comuns. Isso significa que a iluminação é para todos e não é privilégio de seres “extraordinários”. Iluminar-se não é ser santo: é pura e simplesmente estar na luz e ser luz! E essa luz é a luz do amor.

Estar na luz é estar em paz. É vibrar no amor o tempo inteiro. É enxergar Deus em tudo e em todos. Quando vibramos no amor, estamos em comunhão com Deus. 

Você pode então se perguntar: “Mas como vou enxergar Deus em alguém que só faz o mal? Como vou enxergar Deus em um colega de trabalho que tenta prejudicar os outros? Como vou enxergar Deus em um assassino?” E eu lhe digo que isso é absolutamente possível.

Deus nos criou à sua imagem e semelhança e nos deu o livre arbítrio. Portanto, cabe a nós usar esses “poderes” para o bem ou para o mal. Uma pessoa que prefere dar vazão ao mal simplesmente não expandiu a consciência. Ou às vezes tem a necessidade de experimentar o mal. Por incrível que pareça, faz parte do processo evolutivo dela.

Somos em essência seres de luz, mas nem todos atentaram para o fato. Ao trabalhar do lado da não luz, tais pessoas estão produzindo mais carmas e deixando o corpo mais pesado. Se entrarmos na mesma vibração delas, guardando mágoa ou criticando-as, faremos mal a nós mesmos. O que devemos fazer por essas pessoas é limpar em nós o que nelas nos incomoda. Como? Praticando, por exemplo, o ho’oponopono.

E por que é preciso despertar?

Quanto mais pessoas despertas houver, mais energia positiva será jogada no planeta. Quando estamos em paz, somos capazes até de modificar o mundo à nossa volta. Não se deixe contaminar pelo mau humor dos outros. Entenda que cada um só nos dá aquilo que tem. E que quando alguém nos trata mal, o problema não é nosso, é da própria pessoa.

Não julgue para não ser julgado. Simplesmente ame sempre. Ame o outro entendendo que todos somos diferentes e cada um constrói a própria história. Não queira mudar os outros ou torná-los iguais a você. Você não é o dono da verdade. Ninguém o é. Nossos pais, nossos irmãos, nossos filhos, nossos amigos, todos têm uma história de vida, de encarnações anteriores; todos têm uma missão aqui na Terra e precisam vivê-la, experimentar, para poder evoluir.

A expansão da consciência passa, sobretudo, por respeitar os outros e entender que eles têm o direito de viver aquilo que querem ou precisam viver. As consequências virão para eles. Cada um tem um grau de evolução e cada um tem seu tempo.

A iluminação é um processo individual

A iluminação espiritual é um processo individual, complexo e gradativo que envolve a expansão da consciência. Todos temos potencial para nos iluminarmos espiritualmente, já que em essência somos seres de luz e amor, uma vez que fomos criados à imagem e semelhança de Deus. O que nos diferencia é o grau de maturidade e consciência.

A mudança de consciência pode surgir depois de um sofrimento intenso, de um processo de dor, medo, fúria, ou até depois de uma doença grave. Mas também pode surgir da alegria, da paz e do amor. Ou seja, não necessariamente precisamos passar por um intenso sofrimento para alcançarmos a mudança de consciência.

O processo de iluminação espiritual pode durar meses, anos, décadas ou diversas encarnações. Pode demorar a se iniciar, mas, uma vez iniciado, não há como parar. É como um chamado.

A iluminação vem pelo próprio esforço e empenho. Podemos até ter um mestre, mas o papel dele é tão somente nos mostrar o caminho. A estrada somos nós que percorremos, sozinhos, pois a iluminação vem de dentro, ou sai de dentro, porque já estava ali guardada, precisando apenas de espaço para se libertar.

A iluminação vem da compreensão de nós mesmos e de nossas percepções mais profundas. Um mestre só pode nos indicar o caminho. Cabe a nós receber suas lições e tentar compreendê-las.

Em síntese…

Iluminar-se é expandir a consciência, é fundir-se a cada dia com a divindade que existe dentro de nós. É entender que a vida é passageira e, por isso mesmo, é viver de modo a fazer valer a pena a existência.

Iluminar-se é estar em constante bem-estar, vibrando numa frequência energética alta, transbordando de amor e distribuindo amor. É despertar-se para a Verdade. E a Verdade está no Criador. 

O primeiro passo para a iluminação é ser grato por tudo, inclusive pelas situações que não queremos, pois geralmente são essas situações que nos trazem grandes aprendizados.

Viver o aqui e o agora nos ajuda a expandir a consciência. Aceitar que o ontem não existe, nem o amanhã, é difícil para muitos de nós. No entanto, entender que só existe o agora nos livra de ansiedade (viver no futuro) e depressão (viver no passado).

Eis a essência do processo de iluminação.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Cure-se integralmente com a prática do ho’oponopono.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Deixe o homem que você ama apaixonado para sempre!

Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Melhore sua relação sexual com o seu parceiro.

Relação vítima-salvador. Corra dela!

A relação vítima-salvador é aquela em que existe uma pessoa carente, que busca no relacionamento um “antídoto” para sua felicidade, e um salvador, aquela espécie de herói que vem a calhar à vítima e a “salva do precipício”. Essa história, porém, normalmente fracassa porque nem o médico tem o poder de nos curar quando não queremos ser curados. A cura para todos os nossos males está dentro de nós. Portanto, uma relação vítima-salvador é tóxica para quem a vive. O salvador pode, por exemplo, manipular a vítima, dizendo que fez tanto por ela e que ela não reconhece, enquanto a vítima pode se colocar no lugar de coitadinha, cobrando sempre mais atenção do salvador, havendo aqui um jogo de poder.

Nesse tipo de relação, o salvador geralmente se sente superior, tanto que precisa ajudar os outros até mesmo quando eles não estão pedindo ou necessitando de ajuda. Muitas vezes esse comportamento aparece como uma superproteção. Normalmente o salvador ajuda não por vontade própria ou por amor, mas para mostrar que sabe fazer melhor, para receber elogios, para aparecer como bonzinho ou para mais tarde cobrar algo em troca.

O salvador é uma pessoa extremamente prestativa, que está sempre se oferecendo para ajudar, mesmo quando não é chamada. Ele também pode se comportar como vítima (ao não ter suas expectativas atendidas) ou perseguidor (cria constrangimento nos outros ao reclamar da falta de iniciativa deles). Para cobrar ou se queixar, as pessoas salvadoras costumam primeiro ajudar sem serem chamadas; quando não veem retorno das suas “boas ações”, podem se vitimizar e até perseguir as pessoas, criando um círculo vicioso.

Muitas vezes o salvador é simplesmente alguém que se esquece de si, que tem baixa autoestima ou que busca compensar alguma carência interna se sacrificando pelos outros. A vítima, por sua vez, é aquela pessoa que acha que nunca fez nada para merecer a atenção do salvador; não assume responsabilidade pelos seus atos; quando erra, arruma sempre uma forma de culpar os outros; é vista sempre como “coitadinha”. Essa é a forma como a vítima se protege de pensar, agir com autonomia e responder por seus atos.

Perseguidor – vítima – salvador

No nosso dia a dia, costumamos nos deparar com relações do tipo perseguidor – vítima – salvador, sobretudo a vítima, coitada, sempre sofrendo as consequências das atitudes dos outros. É aquela mãe que não consegue a atenção esperada do filho e por isso começa a fazer jogos psicológicos e implicar com os amigos ou com a nora; é aquela esposa/marido/ namorada/namorado que, quando não tem a atenção total do parceiro ou parceira, começa a fazer chantagem emocional; é aquele filho que, por não ter total atenção da mãe ou do pai, começa a perseguir os irmãos, “porque mamãe/papai ama mais A ou B do que ele”; é aquele colega de trabalho ou chefe que persegue os colegas ou subordinados com cobranças infinitas, ou implicam à toa, constrangendo a todos e fazendo com que haja rotatividade nos setores porque ninguém aguenta conviver com ele. Os exemplos são infinitos. Esse “triângulo dramático” (perseguidor – vítima – salvador) está presente nas relações humanas e, no geral, esses “psicopatas inconscientes” não têm noção do mal que fazem a si mesmos e aos outros.

O que fazer para sair de uma relação desse tipo

Se você está vivendo uma relação assim, saia dela o quanto antes. Se não pode sair porque é obrigada a conviver com a pessoa em ambiente de trabalho ou em casa, comece a dar menos valor ao que essa pessoa diz ou faz. Não leve para o lado pessoal. Procure enxergar sua possível responsabilidade dentro dessa relação. Você de alguma forma age como vítima e estimula o papel de salvador ou de perseguidor na outra pessoa? Ou é você quem salva ou persegue? Não se culpe. Primeiro conheça a si mesma e volte à primeira lição: ame-se e respeite-se antes para poder desenvolver relações saudáveis e enriquecedoras. Pratique o ho’oponopono para limpar mais rápido essas memórias.

O salvador precisa cuidar de si mesmo, amar-se mais, fazer o que gosta, centrar-se mais em si, pois, antes de querer ajudar os outros, devemos ajudar a nós mesmos. O perseguidor precisa ser menos crítico e mais encorajador; em vez de apontar as falhas dos outros, deve estimular suas virtudes, fazendo elogios quando necessário e respeitando a todos. E a vítima precisa se valorizar e entender que é ela mesma quem se coloca nessa posição. Com nossos pensamentos, somos os únicos responsáveis por atrair luz ou trevas para nossa vida.

Quando aprendemos a reconhecer relações tóxicas e identificamos em nós mesmos possíveis comportamentos nocivos e nos autocorrigimos, temos condições de nos defender com mais facilidade e até de ajudar outras pessoas a combaterem seus comportamentos nocivos. Entretanto, enfatizo, ninguém tem o poder de mudar o comportamento dos outros. Quando mudamos a nós mesmos, tudo ao nosso redor muda. O PODER É NOSSO.

*Este texto faz parte do livro Quem eu era antes de mim mesma – Guia prático para se tornar uma mulher completa e encontrar o grande amor da sua vida, p. 184-187.

Cure-se integralmente com a prática do ho’oponopono.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Deixe o homem que você ama apaixonado para sempre!

Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Melhore sua relação sexual com o seu parceiro.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Acostume-se a falar com Deus. Ele sempre responde

Há momentos na vida em que precisamos de um direcionamento e terminamos por recorrer a pessoas que, por mais que estejam bem-intencionadas ou que tenham experiência no assunto, não são as pessoas certas para nos aconselhar, porque vão nos orientar com base em seus conhecimentos passados e até em suas frustrações, crenças limitantes, medos e bloqueios.

É por isso que, nessas horas, a melhor atitude que podemos tomar é silenciar a mente e falar com Deus.

Sensação de alívio

Quando abrimos nosso coração para Deus, sentimo-nos imediatamente aliviados, como se tivéssemos tirado uma montanha de nossas costas. Isso acontece não só porque falar o que está preso na garganta nos faz bem, mas principalmente porque esse desabafo é feito para alguém em quem confiamos. Sim, Deus jamais usará o que dissemos contra nós mesmos. É o nosso melhor amigo e só quer o nosso bem.

Quer o chamemos ou não, Deus está sempre de mãos abertas para nós

Há uma frase latina que diz:

Vocatus atque non vocatus deus aderit“.

“Invocado ou não, Deus estará presente.” Essa frase significa que Deus está presente o tempo inteiro, quer o chamemos ou não. Ele respeita o nosso livre arbítrio de estar perto ou distante dele. No entanto, uma vez chamado, ele está de braços abertos para nos receber e nos orientar pelos melhores caminhos.

Minha experiência em falar com Deus

Diversas vezes eu fiz questionamentos a Deus e recebi resposta a todos. A primeira vez foi quando eu tinha 15 anos. Na época, eu estava passando por problemas e quase perdendo a fé diante de tanto sofrimento. Então um dia, antes de dormir, conversei com Deus, explicando-lhe que estava perdendo a fé nele, e pedi uma prova de que ele existia. Nessa mesma noite, sonhei com Jesus. Estávamos em um lugar deserto e ele vestia uma roupa de linho. Tinha os cabelos castanhos um pouco cacheados que vinham até os ombros. Por telepatia, ele me dizia que tinha sede. Olhei ao redor e vi no chão uma fonte de água limpa com uma cuia ao lado. Peguei a água e matei sua sede. Em seguida, ainda por telepatia, ele me mostrou um cavalo que estava emparelhado ao seu e me disse: “Siga-me”. Depois desse sonho, eu nunca mais duvidei da existência de Deus e tenho o mestre Jesus como guia.

Diversas outras vezes Deus me falou, tanto por meio de sonhos como por meio de pessoas. Um dia desses, eu lhe fiz um questionamento e no dia seguinte, “do nada”, uma moça religiosa desconhecida me ligou perguntando se eu queria ouvir uma mensagem bíblica. Eu disse que sim e ouvi a mensagem, que tinha tudo a ver com a pergunta que eu havia feito.

Dias depois, aconteceu a mesma coisa. Eu estava em dúvida sobre uma decisão que estava tomando e perguntei a Deus. No dia seguinte, a mesma moça me ligou oferecendo uma mensagem bíblica e novamente a mensagem tinha tudo a ver com que o eu havia perguntado.

Deus nos fala sempre, basta estarmos abertos para escutá-lo.

Fale com Deus

Meu conselho, portanto, é: habitue-se a falar com Deus. Em qualquer hora e lugar. Esteja onde estiver, converse com ele como se fosse um amigo. Conte-lhe seus planos, seus medos, suas dúvidas. Questione. E esteja com a mente limpa para receber a resposta, que pode vir por meio de um sonho, de uma passagem bíblica ou mesmo de pessoas “aleatórias” que foram “usadas” por Deus para lhe dar a resposta. Ou simplesmente escute a resposta no seu coração. Quando traz paz, vem de Deus.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Cure-se integralmente com a prática do ho’oponopono

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Segredos masculinos: Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Seja uma mulher magnética e conquiste qualquer pessoa.

Você sabia que atrai tudo aquilo que pensa?

É isso mesmo: somos nós os únicos responsáveis pelas nossas venturas ou desventuras por meio dos nossos pensamentos. Todos os acontecimentos da nossa vida estão interligados aos nosso pensamentos.

“Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu. Nunca estive tranquilo, nem sosseguei, nem repousei, mas veio sobre mim a perturbação.” (Jó 3:25,26)

Quando temos pensamentos negativos e crenças limitantes, acabamos por moldar nossa realidade de acordo com eles.

“Hoje não estou me sentindo bem. Acho que foi mau-olhado de Fulano!”

“Nenhum homem presta.”

“Eu nunca serei feliz no amor.”

“Homem está difícil.”

“Dinheiro não dá em árvore.”

“Conseguir um bom emprego na minha idade é difícil.”

“Estou muito velha para encontrar um amor.”

“Vou viver a vida inteira sozinha.”

“É impossível ser feliz sozinha.”

“Eu não sou capaz de fazer isso.”

“Eu não tenho sorte.”

Mesmo de forma inconsciente, esse modelo de pensamento está presente em nossa vida e impede ou dificulta nossa caminhada rumo aos nossos objetivos.

Crenças limitantes

Normalmente as crenças limitantes são uma espécie de desculpa que impomos a nós mesmos para permanecermos na zona de conforto e em aparente segurança. Elas também funcionam como mecanismo de defesa para evitar possíveis frustrações, podendo vir de experiências ruins no passado as quais temos medo de repetir. Ou seja, toda crença limitante é uma barreira.

Os pensamentos negativos e as crenças limitantes são nocivos ao nosso desenvolvimento pessoal e profissional, pois quem não se arrisca, ainda que um pouco, dificilmente fará algo diferente. Eles surgem geralmente na infância e nos acompanham a vida inteira ou até que tenhamos consciência deles e resolvamos mudar. Quando crianças, buscamos referências em outras pessoas: pais, familiares, professores e amigos. Tais contatos vão moldando nossos modelos mentais e nossas próprias experiências. São influências positivas ou negativas, que criam nossa percepção das coisas e do mundo. Dessas referências, surgem as crenças limitantes – aqueles pensamentos que, mesmo inconscientemente, acreditamos serem verdades absolutas, ainda que não funcionem na prática.

Outra fonte de crença limitante é a nossa hereditariedade, que nos é repassada desde a infância nos comentários que ouvimos dentro de casa. Pais que duvidam da capacidade do filho, que exigem e cobram demais deles ou que comparam um irmão com outro podem gerar crenças limitantes fruto da hereditariedade.

Experiências vivenciadas também podem influenciar nos nossos mecanismos de defesa. Uma criança que vê os pais brigando frequentemente pode crescer acreditando que os relacionamentos amorosos são difíceis e, por consequência, quando for adulta, pode evitar se relacionar com medo de se ferir.

A pessoa também pode, por si mesma, criar crenças limitantes com pensamentos negativos sobre si mesma e desenvolver baixa autoestima por se não achar capaz.

Outras fontes de pensamentos limitantes são as religiões, a sociedade e os amigos.

Enfim, as crenças limitantes podem ser:

1. Hereditárias – aquelas que adotamos porque ouvimos na infância.

2. Pessoais – aquelas que surgem quando crescemos ouvindo críticas.

3. Sociais – aquelas criadas pela sociedade e provindas das interações sociais.

4. De lógica equivocada – aquelas que surgem quando generalizamos tudo e quando tiramos conclusões equivocadamente (exemplos: nenhum homem presta, homem está difícil).

5. Desculpas – quando a pessoa dá desculpas para não fazer algo, como não ter tempo.

6. Frustrações – quando a pessoa se frustra com um acontecimento e cria uma crença com base nele (exemplos: eu só atraio homem casado, eu nunca serei feliz no amor).

Tudo aquilo em que acreditamos é uma crença e tudo aquilo que é uma verdade para nós é uma crença. Se acreditamos que as coisas são fáceis, a vida flui para nós. O contrário também é verdadeiro.

Como se livrar de uma crença limitante

Ao se deparar com uma crença limitante, pergunte-se “por quê?” e não tenha medo de agir ou pensar diferente. O medo é um dos sentimentos mais limitantes que existem. Muitas vezes, deixamos de agir por receio de falhar ou de experimentar algo novo. Quando temos medo do novo, podemos deixar passar o emprego dos sonhos somente porque é em outra cidade ou país, ou o amor da nossa vida por medo de não ser correspondidos ou de nos machucarmos.

Outra maneira de eliminar pensamentos negativos e crenças limitantes é identificar as crenças que impedem ou impediram você de agir, fazendo perguntas como “qual o fundamento dessa crença?”; “existe lógica nisso?”; “de onde vem essa crença?”; “essa crença funciona ou atrapalha minha vida?”. Esses e outros questionamentos farão você ter clareza do que ainda lhe serve e do que deve ser deixado para trás em termos de pensamentos e crenças. Uma vez trazidos à luz os pensamentos negativos e as crenças limitantes, substitua-os por outros melhores e positivos, as chamadas crenças fortalecedoras. Em seguida, procure pôr em prática essa nova forma de pensar. Transforme esse novo pensamento em atitude até que vire um hábito.

Por exemplo, se você quer emagrecer e tem a crença limitante de que emagrecer exige sacrifício, de que o padrão genético da sua família é de gordo ou de que você já tentou de tudo e não conseguiu emagrecer, que tal mudar esses pensamentos para “emagrecer é fácil”, “eliminar gordura localizada é fácil”, “eu consigo emagrecer facilmente”. A partir daí, repetindo essas frases, você começará inconscientemente a buscar formas saudáveis de emagrecer, a ter mais coragem para fazer uma atividade física, a encontrar mais pessoas que estejam com foco no emagrecimento saudável.

Ou, se você acredita que guardar dinheiro é impossível porque o dinheiro nunca sobra ou que só pouparia se tivesse um salário maior, substitua esses pensamentos por “guardar dinheiro é fácil para mim”, “minhas aplicações rendem mais e mais a cada dia”, “meu dinheiro trabalha para mim”. Com esses novos pensamentos, automaticamente você começará a dar um jeito de separar um percentual do seu salário, não importa quanto ganhe, para investir.

Ou, ainda, se acredita que homem está difícil ou que é impossível atrair um amor verdadeiro, substitua esses pensamentos por “o amor vem fácil para mim”, “ser amada é fácil”, “encontrar o amor da minha vida é muito fácil”, “a vida está preparando meu encontro com meu par ideal”, “eu mereço ser amada”, “eu estou pronta para encontrar meu grande amor”.

Minha experiência

Por fim, eu gostaria de compartilhar com você uma das minhas crenças limitantes até um tempo atrás. Sempre que tinha uma alegria e ria muito, ao mesmo tempo sentia medo, eu dizia: “Eu vou ter raiva amanhã porque estou muito alegre hoje”. E sempre a raiva vinha nos dias seguintes. Por quê? Porque eu determinava isso, eu acreditava na crença limitante “dia de muito riso, véspera de pouco siso”, que eu ouvia na infância.

Eu cresci em uma família que tinha falta de tudo, inclusive de alegria. Minha mãe sempre foi uma pessoa severa, pessimista e quase não ria. Ela incutiu em nós essa crença limitante, que já vem de família. No instante em que isso me veio à luz e eu mudei minha forma de pensar e sentir, tudo melhorou para mim.

Uma das frases que sempre repito em voz alta é esta, do access consciousness:

TUDO NA VIDA VEM A MIM COM FACILIDADE, ALEGRIA E GLÓRIA.

No início, ao dizê-la, eu sentia medo porque não acreditava. Para mim, tudo na vida sempre foi muito difícil. Mais uma crença limitante. Ao mudar essa forma de pensar, percebi que as coisas começaram a fluir. Hoje meus dias são sempre de riso e gratidão pelas maravilhas que a vida me oferece.

Lembre-se:

Toda mudança começa com o reconhecimento do que precisa ser mudado e termina com a atitude de colocar em prática essa mudança até virar um hábito. Bastam um pensamento e uma atitude para mudar sua vida.   

*Este texto faz parte do livro Quem eu era antes de mim mesma – Guia prático para se tornar uma mulher completa e encontrar o grande amor da sua vida, p. 194-200.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Seja uma mulher magnética e atraia qualquer pessoa.

Segredos masculinos: Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Melhore sua relação sexual com o seu parceiro.

Cure-se integralmente com a prática do ho’oponopono

Utilize a roda da abundância e veja sua vida dar um salto

A roda da abundância é uma ferramenta que ajuda a potencializar a carreira e a trabalhar o autoconhecimento. Ela tem como alicerces os verbos declararsolicitaragir e agradecer.

Declarar

Somente você tem autoridade de declarar algo positivo ou negativo sobre si mesmo. O ideal é que sempre diga coisas positivas, fazendo com que elas se tornem verdadeiras.

Solicitar

Para conseguir o que deseja, você precisa primeiro solicitar, pedir exatamente o que deseja receber.

Agir

Significa entrar em ação. Como você vai alcançar resultados diferentes se fizer a mesma coisa todos os dias? Conquistar sonhos e realizações tem um preço. Então faça sua parte.

Agradecer

Você tem o hábito de agradecer às pessoas? Quanto mais você agradece, mais se torna próspero.

OS DOIS LADOS DA RODA DA ABUNDÂNCIA

A roda da abundância tem dois lados: o de doar e o de receber. E para esses dois lados existem quatro tipos de pessoas:

Soberbas: sabem doar, mas têm dificuldade para receber, prestam favores, mas não gostam de receber favor de ninguém.

Egoístas: sabem receber, mas não querem doar.

Estéreis: não querem doar nem receber.

Prósperas: sabem doar e receber.

Portanto, atue sempre na geração de prosperidade para sua vida e para os outros. Assim a roda da abundância gira a seu favor e a favor daqueles com quem você se relaciona.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Seja uma mulher magnética e conquiste qualquer pessoa.

Segredos masculinos: Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Aprenda a ganhar em dólar  sem saber falar inglês e sem gastar com tráfego.

Quer ser feliz? Afaste-se de pessoas narcisistas

Narcisismo, ou transtorno de personalidade narcisista, é um desvio que afeta a mente da pessoa por completo. O narcisista pensa, sente, percebe-se e interage com o mundo de maneira diferente da maioria das pessoas. Diversos comportamentos são fortes indícios do narcisismo, sobretudo quando aparecem em conjunto. Eis alguns deles:

1. Insegurança – Em geral os narcisistas aparentam ser muito seguros, mas na verdade são extremamente inseguros e carentes de amor próprio.

2. Sentimento de superioridade – O narcisista se mostra como alguém superior aos outros, mas no fundo são inseguros e têm complexo de inferioridade.

3. Superficialidade e falta de empatia – Os narcisistas têm dificuldade de se aprofundar nas coisas, preferindo viver na superficialidade. Além disso, não conseguem se colocar no lugar dos outros e não entendem com profundidade e sensibilidade o que a pessoa está sentindo.

4. Necessidade constante de atenção e admiração – Os narcisistas têm forte necessidade de aprovação e fazem de tudo para receber elogios.

5. Necessidade de ser o centro de atenção – Os narcisistas acham que o mundo gira em torno deles e que tudo acontece por causa deles.

6. Negação dos defeitos e excesso de carisma – Os narcisistas não enxergam ou não aceitam seus defeitos, escondem seu lado negativo e em geral só falam de suas qualidades. Além disso, costumam ser magnéticos e despertam o interesse e a admiração das pessoas, que fazem questão de se relacionar com eles e, muitas vezes, preferem ignorar suas características mais tóxicas.

7. Uso de manipulação – Para atingir seus objetivos, os narcisistas podem ter comportamentos ardilosos, sem se preocupar com os outros, manipulando e fazendo jogos de poder e sedução, invertendo a situação para que a vítima se sinta culpada e mal. Alguns narcisistas se colocam no papel de vítima, enquanto outros se tornam agressivos quando são contrariados.

É importante dizer que nem sempre pessoas com comportamentos narcisistas são tratadas e diagnosticadas como tal. No geral, são pessoas comuns que convivem conosco dentro de casa, na escola, na universidade ou no trabalho. Se você convive com pessoas narcisistas, a primeira atitude que deve ter é elevar sua vibração silenciando a mente e ouvindo a frequência do amor. Quando elevamos nossa frequência vibratória, as pessoas negativas começam a se afastar e pessoas positivas surgem no seu lugar. Tudo depende do nosso campo vibracional.

Lembre-se:

O PODER É SEU.

Está nas suas mãos a escolha de ser feliz e de optar pelo caminho mais fácil. Aceite as pessoas como elas são, mas nem por isso fique ao lado de quem não respeita você e não lhe faz bem. Em primeiro lugar, ame-se e respeite-se. Quando você se ama e se respeita, todos farão o mesmo por você. Até porque amar-se e respeitar-se também significa deixar ir o que não lhe serve mais.

*Informações retiradas do livro Quem eu era antes de mim mesma – Guia prático para se tornar uma mulher completa e encontrar o grande amor da sua vida, p. 181-183.

Seja uma mulher magnética e conquiste qualquer pessoa.

Deixe o homem que você ama apaixonado para sempre!

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Segredos masculinos: Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Os tipos de homens que toda mulher deveria evitar

A matéria que escrevi sobre os quinze tipos de homens que toda mulher deveria evitar rendeu muitos comentários no Facebook. Por isso, resolvi escrever uma continuação do tema, diante de tantos comentários das leitoras.

Lembro que todas as características presentes na matéria são uma opinião minha e que ninguém precisa concordar com ela.

Em primeiro lugar, sobre os homens ateus, grande parte das mulheres não concordou. E estão certas. A escolha é de cada um. Se não incomoda a você ter um homem ateu como marido, está tudo bem, principalmente se você for ateia. Agora se você tiver uma religião e gostar de ir a um templo, se ele respeitar, está tudo bem. Se quando ele estiver na pior fase da vida dele e não tiver uma fé na qual buscar abrigo, está tudo bem. Se quando você quiser educar seus filhos dentro de uma religião e ele disser que isso é bobagem e que Deus não existe, está tudo bem também. É escolha sua.

Sobre homem que fala muito palavrão, eu digo a mesma coisa: é escolha sua. Só acrescento que as palavras têm poder, e uma pessoa que chama muito palavrão vai atrair muita energia ruim para a vida de vocês. Se você não se importa com isso, está tudo bem. E se você não se importa de ser chamada por um palavrão, está tudo bem também.

Se você não se importa em se envolver com um homem que fala mal das ex, está tudo bem. Só saiba que você não será exceção à regra. Se um dia for ex, ele também falará mal de você.

Se você não se importa de ter ao seu lado um homem mulherengo, ou comprometido, ou que não gosta da própria mãe, ou que gasta muito com bebida, jogos ou outras bobagens e não sobra dinheiro para comprar comida para a família, está tudo bem. É escolha sua.

Se você não se importa em se envolver com um homem ciumento, inseguro e que cerceia o tempo inteiro a sua liberdade, qual o problema disso? É escolha sua.

Se você não se importa de se envolver com homem paquerador, mentiroso, desonesto e preguiçoso, está tudo bem. Você escolhe os acontecimentos da sua vida.

E se você não se importa de se envolver com um homem agressivo, ninguém tem a ver com isso. Só tenha em mente que esse mesmo homem um dia pode agredir você e tirar a sua própria vida.

Em outras palavras, você tem o livre arbítrio para escolher quem você deixa entrar e ficar na sua vida.

Muitas mulheres disseram:

“Se tirarmos esses tipos, não sobra nenhum.”

“Então nenhum homem presta.”

Essas frases mostram o quanto as mulheres têm um padrão de exigência baixo em relação aos homens. Aceitam qualquer coisa que aparece pela frente.

Nesse universo de leitoras, o que eu mais percebi é que falta autoestima às mulheres.

“Ruim com ele, pior sem ele.” Essa é a frase que ronda o nosso inconsciente coletivo, tendo sido repetida anos e anos pelas nossas mães.

Se essas mesmas mulheres que aceitam qualquer coisa resolvessem ficar sozinhas por um tempo até encontrar a pessoa certa, certamente sua vida seria bem melhor.

Mulher, tenha em mente que o mundo é seu quando você quer.

Uma mulher vive muito bem sozinha. Um homem nem sempre.

Sabia que o homem até para ser pai precisa de uma mulher?

Valorize-se. Ame-se e respeite-se acima de tudo. Descubra o que você quer em um relacionamento e não aceite menos do que você merece.

A vida é curta para perder tempo com pessoas que não agregam valor à nossa vida.

Aprenda a ser feliz sozinha.

Quando souber ser feliz sozinha, você terá ao seu lado quem você quiser.

Beijo carinhoso.

Sol

Seja uma mulher magnética e conquiste qualquer pessoa.

Deixe o homem que você ama apaixonado para sempre!

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Melhore sua relação sexual com o seu parceiro.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Curso gratuito de crase (3)

6. Exercício de fixação

Complete as lacunas nos textos a seguir usando A(S) ou À(S).

a) O diretor dirigiu-se ___ sua sala e começou ___ falar ___ todos os presentes.

b) João sentou-se ___ máquina e pôs-se ___ reescrever uma ___ uma as páginas do romance.

c) Quando você irá __ Roma?

d) Fui __ Lisboa de meus avós no ano passado.

e) Vou __ Brasília quase todo fim de semana.

f) Refiro-me __ Roma antiga, na qual viveu César.

g) Refiro-me ___ atitudes dos pais que levam as crianças ___ rebeldia e ___ uma fuga da realidade.

h) Os interessados em adotar crianças têm de recorrer ___ orientações do Juizado de Menores e se sujeitar ___ uma espera muitas vezes longa, o que, apesar de tudo, não desanima ___ maioria.

i) Primeiro vou __ feira, depois vou ___ praça.

j) Não podemos fazer referências __queles casos, mas __ um caso específico.

k) João deu __ rosa __ namorada.

l) Aquele trabalho não seria útil __ ela.

m) Essa lei se aplica __ pessoas de índole violenta.

n) As séries __ que assisti hoje __ tarde me deixaram com sono.

o) Felipe entregou __ chave da loja __quele senhor que estava esperando.

p) As mães estavam __ procura dos filhos.

q) O atendimento __ pessoa humilde deve ser prioridade.

r) Essas informações são iguais __ que recebemos ontem __ tarde.

s) Ganhei uma caneta igual __ sua.

t) Essa construção obedece __ especificações da prefeitura.

u) O remédio deve ser ingerido gota __ gota.

v) Ele não assistiu __ essa operação, mas __quela outra.

w) Tudo correu __ mil maravilhas.

x) Caminhamos rente __ parede.

y) José não costuma ir __ festas.

z) _ partir da próxima semana serão dadas novas instruções __ alunas de balé.

7. Respostas do exercício

a) O diretor dirigiu-se à (ou a) sua sala e começou a falar a todos os presentes.

b) João sentou-se à máquina e pôs-se a reescrever uma a uma as páginas do romance.

c) Quando você irá a Roma?

d) Fui à Lisboa de meus avós no ano passado. (Voltei da Lisboa de meus avós…)

e) Vou a Brasília quase todo fim de semana.

f) Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César. (Voltei da Roma antiga…)

g) Refiro-me a (ou às) atitudes dos pais que levam as crianças à rebeldia e a uma fuga da realidade.

h) Os interessados em adotar crianças têm de recorrer às orientações do Juizado de Menores e se sujeitar a uma espera muitas vezes longa, o que, apesar de tudo, não desanima a maioria.

i) Primeiro vou à feira, depois vou à praça.

j) Não podemos fazer referências àqueles casos, mas a um caso específico.

k) João deu a rosa à namorada.

l) Aquele trabalho não seria útil a ela.

m) Essa lei se aplica a (ou às) pessoas de índole violenta.

n) As séries a que assisti hoje à tarde me deixaram com sono.

o) Felipe entregou a chave da loja àquele senhor que estava esperando.

p) As mães estavam à procura dos filhos.

q) O atendimento à pessoa humilde deve ser prioridade.

r) Essas informações são iguais à que recebemos ontem à tarde.

s) Ganhei uma caneta igual à sua.

t) Essa construção obedece a especificações da prefeitura.

u) O remédio deve ser ingerido gota a gota.

v) Ele não assistiu a essa operação, mas àquela outra.

w) Tudo correu às mil maravilhas.

x) Caminhamos rente à parede.

y) José não costuma ir a festas.

z) A partir da próxima semana serão dadas novas instruções às alunas de balé.

Baixe gratuitamente este material completo clicando aqui.

Caso queira contribuir com o nosso projeto de levar informação gratuita a todos, faça uma doação de qualquer valor clicando aqui.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.