Alimentos que contribuem para a boa saúde

A boa saúde depende da correta manutenção do nosso sistema imunológico. Quando não está em equilíbrio, o corpo dá sinais como problemas de pele, gripes e resfriados constantes, cansaço excessivo, apatia, falta de coragem para realizar tarefas do dia a dia e vontade de ficar na cama.

Você não precisa esperar o primeiro sinal para fortalecer a sua imunidade. Até porque é muito mais fácil prevenir do que remediar. Para ter uma ótima saúde, é recomendado incluir certos alimentos à nossa rotina. Vamos citar alguns:

1. Coco: Tem mais ácido láurico que o leite materno. Se o leite materno, que é rico em ácido láurico, é um superalimento para os bebês, então o coco é um superalimento para todos. Beba bastante água de coco e consuma o leite e o óleo de coco. Só preste atenção porque o leite e a água de coco devem ser frescos, e não industrializados, e o óleo de coco deve ser o extravirgem e prensado a frio. O leite de coco é ótimo até para acompanhar aquele cafezinho.

2. Cipó-suma (Anchietea salutaris): O cipó-suma, além de ser excelente para a imunidade, é um dos melhores depurativos do sangue. Diurético e calmante, é indicado no tratamento de afecções cutâneas, acne, asma, bronquite, conjuntivite, coqueluche, diabete, doenças venéreas, espasmo, faringite, furunculose, herpes, inflamações, irritação das mucosas, problemas respiratórios, problemas de pele e de garganta, psoríase, reumatismo, tosse e traqueobronquite.  O tratamento com chá de cipó-suma é lento, mas eficaz. Em geral deve-se tomar um litro de chá por dia no período de vinte dias. Basta colocar duas colheres de sopa da erva em um litro de água e deixar ferver por cerca de cinco minutos. Esperar amornar e beber durante o dia. Pode-se também usar o chá diretamente na pele para tratar feridas, manchas, dermatoses e sarna. O chá também atua nas mucosas e é muito eficaz contra coriza, raquitismo e fistula. Pode-se também usar o pó do cipó-suma diluído em água, sendo oito gramas para um copo de água fervente. O cipó-suma não tem contraindicações, podendo ser usado inclusive por crianças.

3. Lugol: É um suplemento de iodo inorgânico a 5% que pode ser encomendado em farmácias de manipulação ou comprado na internet. O iodo auxilia a função imunológica, destrói patógenos, bolores, fungos, parasitas e malária, reduz o muco e ajuda a desintoxicar o organismo, eliminando halogênios tóxicos do corpo. Usado topicamente, ajuda a restaurar o crescimento capilar. A dosagem recomendada são duas gotas ao dia em meio copo de água. Em crianças ou em adultos, pode ser aplicado na pele em vez de ingerido. O protocolo da pele consiste em espalhar com uma escova de dentes velha algumas gotas de lugol em uma área da pele, geralmente a coxa, a cada vinte e quatro horas, e anotar quanto tempo passa até que a tintura de iodo desapareça da pele. Quanto mais rápido ela desaparecer, é sinal de que o organismo tem carência de iodo. Deve-se continuar a aplicação até que o iodo fique na pele por vinte e quatro horas. Este é o sinal de que o corpo está nutrido de iodo. É também o sinal de que devemos pausar a aplicação por um mês e retomar novamente, mas parando de novo assim que a pele atingir o tempo de vinte e quatro horas com o iodo. Pode tomar banho sem esfregar a área que o lugol não sai. Depois que passei a administrar o lugol no meu filho quando ele tinha 3 anos, ele parou de ter coriza, que era constante porque morávamos em uma cidade serrana. Eu aplicava na barriguinha dele. É importante mudar sempre o local da aplicação, pois o uso constante do lugol na pele pode levar à descamação.

4. Inhame: O inhame é um poderosíssimo depurativo, mas para a imunidade deve ser usado preferencialmente cru em forma de suco. Para fazer o suco de inhame, basta liquidificar um inhame-paulista (o paulista é mais concentrado, por isso é mais medicinal) com um copo de suco fresco de laranja, coar e beber. Pode acrescentar gengibre, folhas de hortelã e um pouco de mel (caso seja diabético, não utilize o mel). Essa bebida pode ser tomada diariamente ou três vezes por semana.

5. Gengibre: Rico em antioxidantes e com propriedades antissépticas, antibacterianas e anti-inflamatórias, o gengibre fortalece o sistema imunológico e combate congestão nasal, gripes, resfriados, febre e vírus em geral, além de aliviar a dor de garganta. Pode ser consumido como chá e no preparo de diversos pratos, preferencialmente cru.

6. Alho:  O alho contém substâncias que protegem o corpo contra vírus, bactérias e fungos causadores de problemas de saúde. A melhor maneira de aproveitar os benefícios do alho é usá-lo cru para temperar saladas. A água de alho também é excelente. Para prepará-la, basta deixar um dente de alho amassado da noite para o dia em um copo de água e beber o líquido no dia seguinte em jejum, descartando o alho.

7. Cebola: Assim como o alho, a cebola ajuda o organismo a combater fungos, vírus e bactérias, fortalecendo o sistema imunológico. É importante usá-la preferencialmente crua.

8. Pimenta-do-reino: A pimenta-do-reino é antibacteriana, além de ter diversas propriedades medicinais. Pode ser usada em chá combinada com alho e limão, ou para temperar os alimentos crus e cozidos. Com ela podemos fazer um chá delicioso contra gripe e estimulador do sistema imune: basta ferver um copo de água, apagar o fogo e adicionar um dente de alho amassado e pimenta-do-reino moída. Quando amornar, espremer um limão e beber. É excelente nos dias frios, pois a pimenta aquece.

9. Pimenta-caiena: Também conhecida como pimenta-vermelha, a pimenta-caiena é a mais medicinal das pimentas. Estimula a digestão, melhora a circulação sanguínea, aumenta o metabolismo e ajuda no processo de purificação e eliminação de toxinas. Pode ser usada crua sobre os alimentos, em pó, ficando deliciosa em saladas e sopas. Uma ótima receita com pimenta-caiena se faz misturando o suco de um limão com meio copo de água morna e uma colher de chá rasa de pimenta-caiena. Essa receita pode ser tomada pela manhã em jejum por um mês ou mais, sendo indicada para gripes e resfriados e sobretudo no caso de câncer de estômago.

10. Vitamina C: A vitamina C é sem dúvida crucial na manutenção de um bom sistema imunológico. Entretanto, é melhor ir buscá-la nos alimentos frescos, como as frutas cítricas.

11. Açafrão ou cúrcuma: Poderoso antioxidante que pode ser usado no preparo de diversos alimentos. Deve-se consumi-lo preferencialmente cru ou adicioná-lo no fim do preparo dos alimentos.

12. Vitamina E: É outro importante antioxidante. Pode ser encontrada no óleo de cártamo, no azeite de oliva extravirgem, nas sementes e oleaginosas, nos cereais integrais, no abacate, nos vegetais de folhas verdes, no tomate, nas frutas vermelhas e no aspargo.

13. Óleo de copaíba: O óleo de copaíba é um poderoso anti-inflamatório e antibiótico natural, sendo indicado para dores musculares, ativação da circulação, desintoxicação do organismo, problemas de pele e dos cabelos. É também antisséptico, expectorante e laxante. Pode ser usado interna e externamente. Basta seguir a recomendação da embalagem, pois nem todo óleo de copaíba pode ser usado internamente. Para aliviar sinusite e acabar com coriza e sangramento no nariz, basta umedecer a ponta de uma haste flexível de algodão e passar dentro das narinas. Eu faço isso com meu filho de 3 anos e dá muito certo.  Para tratamento de pele e cabelos, basta massagear o óleo de copaíba no local afetado ou no couro cabeludo, no caso dos cabelos. 

14. Ácido alfa-lipoico: É um ácido graxo de cadeia curta produzido pelo organismo (sintetizado no fígado) que atua dentro das células, mais precisamente nas mitocôndrias, sendo um dos mais potentes antioxidantes do nosso corpo, responsável por uma série de ações intracelulares. É solúvel tanto em água quanto em gordura, diferentemente de outras substâncias antioxidantes.

15. Extrato de própolis: Estudos mostram que o extrato de própolis combate bactérias responsáveis por doenças nas vias respiratórias, bem como vírus e fungos. Também evita infecções e alivia dores de garganta e tosse, bem como trata problemas na gengiva e aftas, assim como previne placa bacteriana e mau hálito.

Além desses listados, existem inúmeros alimentos que ajudam a melhorar o sistema imunológico. Entretanto, de nada vai adiantar consumir esses e outros alimentos se não tratarmos a nossa mente. Quando estamos focados na doença, a tendência é que não melhoremos. Precisamos dar foco à saúde e cultivar bons pensamentos. Isso significa que devemos nos imaginar saudáveis e fazendo tudo o que gostamos, com energia física para caminhar, ir à praia e correr pelos parques. Aliás, a praia é essencial na manutenção da saúde, pois o iodo presente no mar e no ar que ali circula nutre o nosso organismo.

O segredo da boa saúde é, portanto, ingerir bons alimentos e manter a mente serena, parando de se preocupar com o passado e com o futuro. Viver o hoje, porque o que existe de fato é o momento presente, deixando os problemas do amanhã no lugar deles: o futuro.

Quer viver plenamente? Então aproveite o dia de hoje. Viva a vida da melhor forma, agradeça por tudo o que tem, inclusive pela sua saúde. Quando somos gratos, a vida se torna mais leve e prazerosa.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Publicado por Sol Antônia

Sol escritora de romances, língua portuguesa e livros de autoajuda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: