Você sabia que atrai tudo aquilo que pensa?

É isso mesmo: somos nós os únicos responsáveis pelas nossas venturas ou desventuras por meio dos nossos pensamentos. Todos os acontecimentos da nossa vida estão interligados aos nosso pensamentos.

“Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu. Nunca estive tranquilo, nem sosseguei, nem repousei, mas veio sobre mim a perturbação.” (Jó 3:25,26)

Quando temos pensamentos negativos e crenças limitantes, acabamos por moldar nossa realidade de acordo com eles.

“Hoje não estou me sentindo bem. Acho que foi mau-olhado de Fulano!”

“Nenhum homem presta.”

“Eu nunca serei feliz no amor.”

“Homem está difícil.”

“Dinheiro não dá em árvore.”

“Conseguir um bom emprego na minha idade é difícil.”

“Estou muito velha para encontrar um amor.”

“Vou viver a vida inteira sozinha.”

“É impossível ser feliz sozinha.”

“Eu não sou capaz de fazer isso.”

“Eu não tenho sorte.”

Mesmo de forma inconsciente, esse modelo de pensamento está presente em nossa vida e impede ou dificulta nossa caminhada rumo aos nossos objetivos.

Crenças limitantes

Normalmente as crenças limitantes são uma espécie de desculpa que impomos a nós mesmos para permanecermos na zona de conforto e em aparente segurança. Elas também funcionam como mecanismo de defesa para evitar possíveis frustrações, podendo vir de experiências ruins no passado as quais temos medo de repetir. Ou seja, toda crença limitante é uma barreira.

Os pensamentos negativos e as crenças limitantes são nocivos ao nosso desenvolvimento pessoal e profissional, pois quem não se arrisca, ainda que um pouco, dificilmente fará algo diferente. Eles surgem geralmente na infância e nos acompanham a vida inteira ou até que tenhamos consciência deles e resolvamos mudar. Quando crianças, buscamos referências em outras pessoas: pais, familiares, professores e amigos. Tais contatos vão moldando nossos modelos mentais e nossas próprias experiências. São influências positivas ou negativas, que criam nossa percepção das coisas e do mundo. Dessas referências, surgem as crenças limitantes – aqueles pensamentos que, mesmo inconscientemente, acreditamos serem verdades absolutas, ainda que não funcionem na prática.

Outra fonte de crença limitante é a nossa hereditariedade, que nos é repassada desde a infância nos comentários que ouvimos dentro de casa. Pais que duvidam da capacidade do filho, que exigem e cobram demais deles ou que comparam um irmão com outro podem gerar crenças limitantes fruto da hereditariedade.

Experiências vivenciadas também podem influenciar nos nossos mecanismos de defesa. Uma criança que vê os pais brigando frequentemente pode crescer acreditando que os relacionamentos amorosos são difíceis e, por consequência, quando for adulta, pode evitar se relacionar com medo de se ferir.

A pessoa também pode, por si mesma, criar crenças limitantes com pensamentos negativos sobre si mesma e desenvolver baixa autoestima por se não achar capaz.

Outras fontes de pensamentos limitantes são as religiões, a sociedade e os amigos.

Enfim, as crenças limitantes podem ser:

1. Hereditárias – aquelas que adotamos porque ouvimos na infância.

2. Pessoais – aquelas que surgem quando crescemos ouvindo críticas.

3. Sociais – aquelas criadas pela sociedade e provindas das interações sociais.

4. De lógica equivocada – aquelas que surgem quando generalizamos tudo e quando tiramos conclusões equivocadamente (exemplos: nenhum homem presta, homem está difícil).

5. Desculpas – quando a pessoa dá desculpas para não fazer algo, como não ter tempo.

6. Frustrações – quando a pessoa se frustra com um acontecimento e cria uma crença com base nele (exemplos: eu só atraio homem casado, eu nunca serei feliz no amor).

Tudo aquilo em que acreditamos é uma crença e tudo aquilo que é uma verdade para nós é uma crença. Se acreditamos que as coisas são fáceis, a vida flui para nós. O contrário também é verdadeiro.

Como se livrar de uma crença limitante

Ao se deparar com uma crença limitante, pergunte-se “por quê?” e não tenha medo de agir ou pensar diferente. O medo é um dos sentimentos mais limitantes que existem. Muitas vezes, deixamos de agir por receio de falhar ou de experimentar algo novo. Quando temos medo do novo, podemos deixar passar o emprego dos sonhos somente porque é em outra cidade ou país, ou o amor da nossa vida por medo de não ser correspondidos ou de nos machucarmos.

Outra maneira de eliminar pensamentos negativos e crenças limitantes é identificar as crenças que impedem ou impediram você de agir, fazendo perguntas como “qual o fundamento dessa crença?”; “existe lógica nisso?”; “de onde vem essa crença?”; “essa crença funciona ou atrapalha minha vida?”. Esses e outros questionamentos farão você ter clareza do que ainda lhe serve e do que deve ser deixado para trás em termos de pensamentos e crenças. Uma vez trazidos à luz os pensamentos negativos e as crenças limitantes, substitua-os por outros melhores e positivos, as chamadas crenças fortalecedoras. Em seguida, procure pôr em prática essa nova forma de pensar. Transforme esse novo pensamento em atitude até que vire um hábito.

Por exemplo, se você quer emagrecer e tem a crença limitante de que emagrecer exige sacrifício, de que o padrão genético da sua família é de gordo ou de que você já tentou de tudo e não conseguiu emagrecer, que tal mudar esses pensamentos para “emagrecer é fácil”, “eliminar gordura localizada é fácil”, “eu consigo emagrecer facilmente”. A partir daí, repetindo essas frases, você começará inconscientemente a buscar formas saudáveis de emagrecer, a ter mais coragem para fazer uma atividade física, a encontrar mais pessoas que estejam com foco no emagrecimento saudável.

Ou, se você acredita que guardar dinheiro é impossível porque o dinheiro nunca sobra ou que só pouparia se tivesse um salário maior, substitua esses pensamentos por “guardar dinheiro é fácil para mim”, “minhas aplicações rendem mais e mais a cada dia”, “meu dinheiro trabalha para mim”. Com esses novos pensamentos, automaticamente você começará a dar um jeito de separar um percentual do seu salário, não importa quanto ganhe, para investir.

Ou, ainda, se acredita que homem está difícil ou que é impossível atrair um amor verdadeiro, substitua esses pensamentos por “o amor vem fácil para mim”, “ser amada é fácil”, “encontrar o amor da minha vida é muito fácil”, “a vida está preparando meu encontro com meu par ideal”, “eu mereço ser amada”, “eu estou pronta para encontrar meu grande amor”.

Minha experiência

Por fim, eu gostaria de compartilhar com você uma das minhas crenças limitantes até um tempo atrás. Sempre que tinha uma alegria e ria muito, ao mesmo tempo sentia medo, eu dizia: “Eu vou ter raiva amanhã porque estou muito alegre hoje”. E sempre a raiva vinha nos dias seguintes. Por quê? Porque eu determinava isso, eu acreditava na crença limitante “dia de muito riso, véspera de pouco siso”, que eu ouvia na infância.

Eu cresci em uma família que tinha falta de tudo, inclusive de alegria. Minha mãe sempre foi uma pessoa severa, pessimista e quase não ria. Ela incutiu em nós essa crença limitante, que já vem de família. No instante em que isso me veio à luz e eu mudei minha forma de pensar e sentir, tudo melhorou para mim.

Uma das frases que sempre repito em voz alta é esta, do access consciousness:

TUDO NA VIDA VEM A MIM COM FACILIDADE, ALEGRIA E GLÓRIA.

No início, ao dizê-la, eu sentia medo porque não acreditava. Para mim, tudo na vida sempre foi muito difícil. Mais uma crença limitante. Ao mudar essa forma de pensar, percebi que as coisas começaram a fluir. Hoje meus dias são sempre de riso e gratidão pelas maravilhas que a vida me oferece.

Lembre-se:

Toda mudança começa com o reconhecimento do que precisa ser mudado e termina com a atitude de colocar em prática essa mudança até virar um hábito. Bastam um pensamento e uma atitude para mudar sua vida.   

*Este texto faz parte do livro Quem eu era antes de mim mesma – Guia prático para se tornar uma mulher completa e encontrar o grande amor da sua vida, p. 194-200.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Melhore sua vida e tenha o relacionamento dos seus sonhos.

Seja uma mulher magnética e atraia qualquer pessoa.

Segredos masculinos: Desvende a mente masculina e conquiste seu amor próprio.

Melhore sua relação sexual com o seu parceiro.

Cure-se integralmente com a prática do ho’oponopono

Publicado por Sol Antônia

Sol escritora de romances, língua portuguesa e livros de autoajuda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: