Curso gratuito de nova ortografia (1)

Este curso contempla as regras propostas pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, um tratado internacional firmado com o objetivo de criar uma ortografia unificada para o português, a ser usada por todos os países de língua oficial portuguesa.

Tendo por objetivo maior facilitar o aprendizado, traz de forma simples e direta as mudanças ocorridas no alfabeto e na acentuação gráfica, bem como as novas regras de uso do hífen com prefixos e falsos prefixos e com nomes compostos, assim como as regras de uso das iniciais maiúsculas e minúsculas.

É importante lembrar que o que muda é a grafia; a pronúncia continua a mesma.

1. O alfabeto, o trema e a acentuação gráfica

Incorporação oficial das letras K, W e Y

Com o novo acordo ortográfico, as letras K, W e Y foram oficialmente reincorporadas ao nosso alfabeto, sendo empregadas nos seguintes casos:

a) em nomes de origem estrangeira e seus derivados: Kuwait, Darwin, Byron, kuwaitiano, darwinismo, byroniano;

b) em siglas, símbolos e unidades de medida de uso internacional: KLM, TWA, K (potássio), km (quilômetro), kW (quilowatt);

c) em palavras estrangeiras de uso corrente no português: kart, kit, kung fu, show, web, windsurf, playboy, playground.

Observação: Sempre que possível, deve-se substituir os topônimos estrangeiros por formas vernáculas correspondentes: Nova Iorque, Xangai, Zurique, Bordéus, Pequim.

Resumindo: K, W, Y = SOMENTE COM NOMES.

Extinção do trema

Depois de tantas tentativas fracassadas, o trema finalmente foi eliminado da língua portuguesa. Agora palavras como aguentar, arguição, arguir, aquífero, bilíngue, cinquenta, delinquente, eloquência, ensanguentado, equestre, frequência, lingueta, linguiça, quinquênio, sequestro, subsequente e tranquilo se escrevem assim, sem trema.

Atenção! O trema saiu, mas a pronúncia dessas palavras e de todas as outras antes grafadas com ele continua a mesma.

Exceção: O trema permanece nas palavras derivadas de nomes próprios estrangeiros, como hübneriano, de Hübner; mülleriano, de Müller; e schöenbergiano, de Schöenberg.

Resumindo: TREMA = EXTINTO. USO SOMENTE EM PALAVRAS DERIVADAS DE NOMES PRÓPRIOS ESTRANGEIROS.

Mudanças na acentuação gráfica

O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa trouxe algumas mudanças na acentuação gráfica. Com exceção do que será visto neste capítulo, as regras continuam as mesmas.

Antes de passarmos às quatro regras propostas pelo novo acordo, vamos lembrar a classificação das palavras conforme a sílaba tônica (a mais forte).

Quanto à posição da sílaba tônica, as palavras na língua portuguesa se classificam em:

a) oxítonas: a sílaba tônica é a última (caqui, caju, cajá, pequi, mirim);

b) paroxítonas: a sílaba tônica é a penúltima (cama, macaco, pele).

c) proparoxítonas: a sílaba tônica é a antepenúltima (caríssimo, púlpito).

Agora que fizemos esta pequena introdução, vamos às regras!

Regra número 1

O acento foi eliminado nas paroxítonas terminadas em oo(s).

Exemplos: abençoo, abotoo, atordoo, coo, coroo, destoo, enjoo, magoo, moo, povoo, perdoo, remoo, voo.

Resumindo: PAROXÍTONAS TERMINADAS EM OO = SEM ACENTO.

Regra número 2

O acento foi eliminado na terminação EEM das formas do plural dos verbos CRER, DAR LER, VER e seus derivados.

Exemplos: (eles) creem, descreem, leem, releem, veem, reveem, (que eles) deem, desdeem.

Atenção!

Permanecem os acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos TER e VIR e seus derivados: (eles) têm, abstêm-se, contêm, detêm, entretêm, mantêm, obtêm, retêm; (eles) vêm, advêm, convêm, intervêm, provêm, sobrevêm.

Resumindo: TERMINAÇÃO EEM DE CRER, DAR LER, VER (“CREDELEVER”) E DERIVADOS = SEM ACENTO.

Regra número 3

Foi eliminado o acento dos ditongos abertos das paroxítonas.

Exemplos: assembleia, boleia, colmeia, Coreia, dispneico, estreia, ideia, epopeico, europeia, panaceia, plateia, proteico, alcaloide, apoio (verbo), asteroide, boia, heroico, introito, jiboia, joia, paranoico, tramoia.

Atenção!

O acento permanece:

a) nas paroxítonas terminadas em R, como blêizer, contêiner, destróier, gêiser, Méier;

b) nas monossílabas tônicas e nas oxítonas, como méis, réis, dói, mói, sóis, anéis, hotéis, papéis, pastéis, herói, constrói, corrói, faróis, remói.

Resumindo: DITONGOS ABERTOS EI/OI DAS PAROXÍTONAS = SEM ACENTO.

Regra número 4

Foi eliminado o acento dos ditongos EI e OI das paroxítonas.

Exemplos: assembleia, boleia, colmeia, Coreia, dispneico, estreia, ideia, epopeico, europeia, panaceia, plateia, proteico, alcaloide, apoio (verbo), asteroide, boia, heroico, introito, jiboia, joia, paranoico, tramoia.

Atenção!

O acento permanece:

a) nas paroxítonas terminadas em R, como blêizer, contêiner, destróier, gêiser, Méier;

b) nas monossílabas tônicas e nas oxítonas, como méis, réis, dói, mói, sóis, anéis, papéis, pastéis, herói, constrói, corrói, faróis, remói.

Resumindo: I/U TÔNICOS DAS PAROXÍTONAS PRECEDIDOS DE DITONGO DECRESCENTE = SEM ACENTO.

Regra número 5

O acento diferencial foi eliminado nas seguintes palavras:

a) coa, coas – formas do verbo COAR;

b) para – forma do verbo PARAR;

c) pela, pelas – formas do verbo PELAR ou substantivo (bola/ jogo);

d) pelo – forma do verbo PELAR ou substantivo;

e) pera – substantivo;

f) polo – substantivo.

Atenção!

I. O acento permanece em:

a) pôde – forma do pretérito perfeito do indicativo do verbo PODER (para diferenciá-lo de pode – forma do presente do indicativo do verbo PODER);

b) pôr – verbo.

II. O acento é facultativo em forma (fôrma) – substantivo, no sentido de molde (para diferenciá-la de forma – verbo FORMAR).

Resumindo: COA, COAS; PARA; PELA, PELAS; PELO; PERA; POLO = SEM ACENTO DIFERENCIAL.

Leia aqui a continuação deste assunto.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Publicado por Sol Antônia

Sol escritora de romances, língua portuguesa e livros de autoajuda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: