O que a astrologia e a numerologia nos dizem a respeito do ano de 2021?

Ontem um amigo me fez essa pergunta, na esperança de que o novo ano seja menos conturbado que o anterior. Eu respondi que as perspectivas são melhores, uma vez que teremos um alívio com a entrada de Saturno e Júpiter no signo de Aquário.

Em 2020 tivemos uma conjunção entre os planetas Plutão, Saturno e Júpiter, todos no signo de Capricórnio, ao mesmo tempo que Marte em Áries fez um aspecto tenso a esse trio.

Saturno e Plutão são planetas que promovem grandes aprendizados, sobretudo porque afetam a coletividade. Saturno é Chronos, o Senhor do tempo e do carma, e Plutão é Hades, o deus da morte, então já era para imaginarmos o peso que seria essa conjunção, cuja energia foi ampliada por Júpiter, que, apesar de ser um planeta benéfico, em Capricórnio não tem grandes forças.

O signo de Capricórnio está ligado a estruturas rígidas, ao engessamento, ao trabalho, ao governo, à estabilidade, e essa conjunção veio tocar tudo isso. Falando especificamente da pandemia, existe uma relação grande entre ela e Plutão (morte e transformação). O “fique em casa” nada mais é que uma forma de a vida nos mostrar a importância de nos voltarmos para dentro (de nós mesmos, da casa, da família, das nossas origens). Não à toa, muitos profissionais que estavam longe da família, por força do trabalho (Capricórnio), voltaram para a cidade natal e passaram a desenvolver suas atividades remotamente. O próprio Urano, que está no signo de Touro desde 2018, já nos sinalizava que haveria uma mudança brusca na forma de ganharmos dinheiro.

Com a pandemia, tivemos de nos adaptar ao trabalho remoto, e já não mais importava aos patrões tradicionais uma simples folha de ponto nem a presença, ainda que inútil, nos escritórios e nas repartições públicas. A pandemia veio nos mostrar que podemos ser mais produtivos quando estamos perto da família, sem precisar nos desgastar muitas vezes enfrentando horas de trânsito para chegar ao trabalho e produzir pouco. O trabalho remoto é assunto do signo de Câncer (oposto de Capricórnio), que fala da importância de cultivarmos o bem-estar dentro de casa e a boa convivência com a família. Existe coisa melhor que poder trabalhar e produzir dentro do nosso lar ao mesmo tempo que cuidamos da casa e estamos perto daqueles que amamos?

Agora em 2021, com Saturno e Júpiter em Aquário, essa energia densa será amenizada, até porque Aquário é o signo da esperança e do olhar para o futuro. Remexidas as estruturas, resta-nos organizar o caos à espera de dias melhores. Não podemos esquecer que Aquário também é regido por Saturno e que carrega em si a essência da liberdade com responsabilidade.

Em termos de numerologia, o ano de 2020 foi duplamente trabalhoso, pois traz a energia do arcano 20 do tarô, O Julgamento. Um ano 20 tem a energia de transição e transformação, de despertar, de renascimento, de purificação, de aprendizado, de passagem, de destino.

Fazendo a redução do 20, temos o 2, que traz a energia da Sacerdotisa, a importância de nos voltarmos para dentro, de ficarmos quietos e passivos diante das situações exteriores.

Por fim, o duplo 20 dá 40, que reduzido a um número chega ao 4 (2+0+2+0=4), no tarô o Imperador, que, não por acaso, também representa rigidez e estrutura, assim como o signo de Capricórnio.

O ano de 2020, portanto, foi um ano de estrutura por meio de um renascimento, quando os mortos são julgados e têm seus pecados redimidos. É a purificação da vida (20) para atingirmos o equilíbrio (4).

O ano de 2021, por sua vez, carrega a energia do arcano 21, O Mundo ou O Universo. Será a preparação para uma nova fase, um novo caminho após o despertar. Reduzido, o 21 (2+1) dá 3, a Imperatriz, ligada a Vênus, símbolo da beleza, da harmonia e da comunicação.

Reduzido inteiramente, o ano de 2021 carrega a energia do 5 (2+0+2+1=5), número ligado ao arcano O Papa, que nos ensina a agir corretamente, a obedecer às regras, a nos unirmos ao divino e a confiar na ação de Deus sobre a nossa vida, afinal tudo o que acontece tem a permissão dele.

Em 2021 será preciso rever crenças e valores pessoais e coletivos, estando alinhados à fé em dias melhores e agindo de acordo com o que é certo e o que é bom para a coletividade (Papa e Saturno/Júpiter em Aquário).  O pensar coletivo, aliás, estará em pauta enquanto perdurar o trânsito de Saturno em Aquário, até 2023.

Em síntese, respondendo ao questionamento que intitula esta postagem, o ano de 2021 será de conclusão do que estamos vivendo, de oportunidades de mudanças e de ajustes para um novo começo, que virá em 2022 com a energia do Louco (22) e dos Enamorados (2+0+2+2=6), trazendo-nos infinitas possibilidades.

Se este texto fez sentido para você, deixe um comentário e se inscreva para receber todas as atualizações deste blog.

Publicado por Sol Antônia

Sol escritora de romances, língua portuguesa e livros de autoajuda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: